Newsletter

Deus quer falar com você!

Assine nossa Newsletter, e receba os melhores textos e mensagens!

English plantillas curriculums vitae French cartas de amistad German documental Spain cartas de presentación Italian xo Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

10 abril 2018

Use sua maturidade para fortalecer e motivar os demais




Nós, que somos fortes, devemos suportar a fraqueza dos fracos, e não agradar a nós mesmos. Romanos 15:1


Certa vez, quando eu retornava para casa após o trabalho, me deparei com uma situação bastante peculiar. Em meio a um trânsito bem conturbado, justamente por conta do horário de retorno do trabalho da maioria das pessoas, um veículo simplesmente parou em meio a via, causando grande congestionamento.
Num primeiro momento imaginei que o automóvel estivesse quebrado, mas essa impressão logo foi superada, pois percebi que o motorista tentava arrancar com o carro e não conseguia. Percebi que se tratava de um condutor inexperiente e que o nervosismo de ter deixado o carro morrer, causando congestionamento, não o deixava sair do lugar. Ele ligava o carro, mas ao tentar dar a partida ele morria. E assim sucessivamente. Os demais motoristas começaram a buzinar, aumentando ainda mais  o nervosismo daquele iniciante.
Foram longos minutos até que finalmente o veículo saiu do lugar e o trânsito começou a fluir novamente. 
Aquela cena me fez refletir bastante. Me recordei que há alguns anos atrás eu passei por situação semelhante e, por essa razão, eu sabia exatamente o que aquele motorista estava sentindo. Eu pude recordar da aflição, do nervosismo, das buzinas... e me recordei também de como fiquei chateada com a insensibilidade dos demais motoristas, afinal, todos foram iniciantes um dia e, certamente, também atravessaram pela mesma dificuldade e por situações como aquela.
Pois é, agora eu estava do outro lado. Eu era a motorista experiente e cabia a mim agir como eu esperava que os motoristas experientes tivessem agido comigo, quando eu ainda era iniciante. E foi o que fiz. Esperei com paciência, apesar de estar com pressa e urgência para chegar em casa, pois eu sabia que qualquer outra atitude de minha parte, geraria mais nervosismo naquele condutor e, com isso, o tempo de espera aumentaria.
Deus espera que nossa experiência e maturidade na fé seja utilizada para ajudar os iniciantes. Devemos motivar e dar suporte aos mais frágeis para que eles também possam crescer como nós. Isso significa ignorar alguns erros, ter paciência com a inabilidade ou impulsividade dos novatos ao nosso redor. Precisamos ter empatia, recordando que um dia fomos como eles.
A arrogância não deve fazer parte do nosso dia a dia, pois, se chegamos onde estamos, foi porque o Senhor assim nos permitiu e, certamente, fomos auxiliados por muitas outras pessoas em cada passo dessa caminhada. 
Não importa qual o teu grau de aprendizado, sempre haverá alguém que você possa dar auxílio e suporte, em todas as áreas de sua vida. 
Que tal fazer a diferença na vida de alguém hoje? Seja um motivador e ajude alguém a crescer. 
Você será ricamente abençoado. (Clique aqui para ler o artigo O poder do amor ao próximo).

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário