Pular para o conteúdo principal

Lembre-se de lembrar



É muito comum ficarmos irados com Deus, quando as coisas não acontecem como queremos ou quando dão errado. Nós questionamos o Pai, como crianças birrentas, batendo o pé e insistindo que queremos que tudo aconteça "assim ou assado". Damos ordens a Deus. Recentemente falamos disso no artigo Você crê na soberania de Deus?
Pois é, eu meditava sobre essa questão quando recebi uma palavra abençoada de meu amigo o pastor Sérgio Müller, a qual compartilharei abaixo:

Uma das coisas mais curiosas que percebo é quando vejo alguém começando a folhear um jornal. A maioria das pessoas vai direto para a seção das páginas policiais ou onde se podem ler as tragédias do dia anterior. Você, por acaso, também é uma dessas pessoas?
E quando chegamos em casa no final do dia, percebeu que geralmente falamos mais das coisas que não deram certo do que das coisas que deram?
É estranho como nos mostramos determinados a manter um registro do que acontece de ruim na vida, esquecendo facilmente o que nos acontece de bom.
O salmista Davi escreveu o seguinte, falando para ele mesmo: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios.”  (Salmos 103:2).
Faz alguns meses que eu tive uma tosse muito forte. Depois do quinto dia eu já estava angustiado com aquela situação e comecei a reclamar. Foi aí que esse versículo entrou em cena. Eu comecei a me lembrar (na verdade acho que foi o Senhor quem me trouxe essa recordação) de quando eu tinha apenas dezessete anos e vivia doente. Eu ia ao médico pelo menos duas vezes por mês. Vivia doente.
Então me lembrei de que um dia, bem angustiado, fiz uma oração mais ou menos assim: ‘Senhor, eu te peço, cura-me! Eu estou cansado de todo mês ir ao médico e ficar tomando tantos remédios. Por favor, em nome de Jesus, me cura.”
E sabem o que aconteceu? Depois dessa oração eu passei mais de 20 anos sem ter nenhuma enfermidade grave e durante esse tempo em nenhuma vez eu precisei voltar a consultar um médico!


Pois é, 20 anos sem nenhuma doença. E eu havia me esquecido!


E quando tenho algumas contas para pagar e parece que o dinheiro não vai dar? Fico preocupado, ansioso e tento encontrar alguma saída. Mas acabo me esquecendo de todas as provisões milagrosas que Deus já trouxe para mim até hoje. Quantas vezes eu fui suprido em minhas necessidades de forma milagrosa!

Pois é, mas quantas vezes eu me esqueço disso!

Será que você é igual a mim, e por muitas vezes anda esquecido de todas as coisas boas que o Senhor já fez por você?
Você pode me dizer que hoje está cheio de problemas, doente ou deprimido, mas lembra de quando, no passado, vários de seus problemas foram resolvidos? O que você fez com as lembranças desses dias maravilhosos?
Quantos dias felizes você já teve? Por mais que você possa ter muitos problemas, não venha me dizer que você já não viveu muitos dias felizes também. Onde estão as recordações desses dias?
“Ah, quem vive de passado é Museu!” – você pode me dizer. Não! Não estou falando em viver do passado, mas em recordar todas as grandes maravilhas que Deus já fez na sua vida até hoje e saber que “Ele é o mesmo de ontem, de hoje e será eternamente.” (Hebreus 13:8) e que certamente ainda fará muitas maravilhas em sua vida.
Saiba que há sempre causas para a comemoração nos dias mais felizes; mas talvez mais importante ainda, também se lembre dessas ocasiões nos períodos mais difíceis.
Guarde um registro em seu coração das ocasiões em que você triunfou sobre as desgraças. Isso servirá como um reservatório de energia quando você mais precisar.
Talvez esteja na hora de você falar para sim mesmo: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios.”


Portanto, nós precisamos nos lembrar diariamente de lembrarmos das maravilhas que Deus fez por nós. Ainda que ele não faça o que queremos, ele continua nos amando. E não há no mundo amor que se compare ao amor de Deus por nós.
Lembremos de sermos gratos a Deus, principalmente, por ser quem Ele é. Um Deus de amor, amigo, socorro bem presente nos tempos de angústia. Hoje, amanhã e sempre.

Comentários

  1. Gostei da palavra. Na verdade Deus é mesmo fiel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que Deus falou ao teu coração Walter. Que Ele te abençoe ricamente.

      Excluir
  2. Muito Lindo Amei Gostei Adorei seguirei Agradeço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário