Pular para o conteúdo principal

Deixe Deus te usar


Era uma vez um lindo jardim no coração do Reino do Oriente onde, ao entardecer, o Senhor do jardim saía para passear. De todos os que habitavam o jardim, o mais bonito e amado era o nobre e gracioso Bambu.A cada ano que passava Bambu ficava mais bonito e gracioso. Ele estava ciente do amor e admiração que seu Senhor tinha por ele. Ainda assim era humilde e meigo.Muitas vezes quando o Vento vinha deliciar-se no jardim, o Bambu deixava de lado a sua dignidade. Ele dançava e balançava alegremente, sacudindo-se, balançando-se, agitando-se e dobrando-se em doce abandono. Ele comandava a grande dança do jardim, e o seu Senhor ficava encantado.Um dia o Senhor se aproximou de Bambu para contemplá-lo. Com um olhar de expectativa e curiosidade, o Bambu baixou a sua cabeça até o chão em reverência para cumprimentá-Lo cheio de amor.O Senhor disse: “Bambu, Bambu eu poderia te usar.”Bambu disse: 

- Senhor, estou pronto, use-me como quiser.

- Bambu - a voz do seu Senhor tornou-se grave - eu teria que cortá-lo.

Bambu estremeceu aterrorizado.

- Cortar-me? Eu, a quem você, meu Senhor, me fez o mais bonito dentre todos no Seu jardim? Cortar-me? Oh, isso não! Isso não! Use-me para fazê-lo feliz, meu Senhor, mas não me corte!
- Querido Bambu - a voz do Mestre ficou ainda mais grave - se eu não te cortar não poderei te usar.
Fez-se silêncio no jardim. O vento prendeu a respiração.
Bambu baixou lentamente a sua cabeça orgulhosa e gloriosa. Então se ouviu um sussurro. Bambu respondeu: 

- Senhor, se você não pode me usar a menos que me corte, então seja feita a Sua vontade, corte-me.
- Bambu, querido Bambu, eu também terei que cortar as suas folhas e ramos.
- Senhor, Senhor, me poupe! Corte-me e jogue a minha beleza por terra, mas o Senhor tem que cortar as minhas folhas e ramos também?
- Ai Bambu; se eu não os cortar não poderei te usar.

O Sol escondeu a sua face. Uma borboleta que ouvia tudo voou para longe assustada.

-Bambu estremeceu perante a terrível perspectiva e sussurrou: 

- Senhor, pode cortar...
- Bambu, Bambu, eu terei que dividi-lo em dois e cortar o seu coração, porque se eu não cortar não poderei usá-lo.
- Senhor, Senhor, então corte e divida.

 Então o Senhor do jardim cortou o Bambu e o jogou por terra, cortou seus ramos e o despiu das suas folhas, dividiu-o em dois e cortou o seu coração. Levantando-o gentilmente levou-o a um córrego de águas cristalinas no meio de seus campos secos.
O Senhor então deitou gentilmente o Seu querido Bambu pondo uma ponta no córrego e a outra no sulco que havia na terra no seu campo. O córrego cantou as boas-vindas. A água pura e cristalina correu alegremente pelo corpo dilacerado do Bambu até os campos que esperavam ansiosos.Então se plantou o arroz e os dias passaram. Os rebentos cresceram. Chegou a época da colheita.Naquele dia, o Bambu, que outrora fora tão glorioso em sua majestosa beleza, agora se encontrava ainda mais glorioso no seu quebrantamento e humildade.Em sua beleza, ele era vida abundante. Mas quebrantado ele tornou-se num canal de vida abundante para o mundo do seu Senhor!

 
Muitas vezes somos como o Bambu. Queremos ser instrumentos abençoados nas mãos de Deus, porém da forma como NÓS entendemos ser a melhor ou mais correta.

Acontece que nem sempre os planos de Deus são exatamente os mesmos que os nossos. Muitas vezes Deus precisa que sejamos instrumentos Dele em caminhos tortuosos. Outras vezes Deus precisa nos cortar, dividir e dilacerar nosso coração, para que sua palavra de vida se multiplique em um manancial de água viva.
Isso nos assusta e impede de darmos um passo maior na direção do Pai. Ficamos presos a convenções sociais, bens materiais ou até mesmo ao medo da mudança. Mas tudo isso é ilusão. (Clique aqui para ler o artigo Em busca do verdadeiro tesouro).
Deus é o nosso verdadeiro tesouro! Nosso único patrimônio! Nada e nem ninguém é maior ou melhor do que Ele, então, se for necessário nos cortar, dividir, dilacerar que assim seja! Pois todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, que só tem pensamentos bons e de paz a nosso respeito.
Portanto, se você deseja mesmo ser um instrumento de Deus, entregue-se a Ele sem questionar seus métodos ou forma de agir. 

E, chamando a Si a multidão, com os Seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após Mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz e siga-Me. Porque qualquer que quiser salvar a sua vida perdê-la-á, mas qualquer que perder a sua vida por amor de Mim e do evangelho, esse a salvará. Pois que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma? 
Marcos 8:34-36

Comentários

  1. O titulo está corretíssimo:Deus quer falar com você!
    Hoje o testo era tudo que eu precisava ler.
    Se essa é a benção que o senhor preparou para mim,eu tomo posse em nome de Jesus!
    Obrigada irmã Andréia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz do Senhor, Shirley. Fico feliz em saber que Deus falou contigo através do texto. É isso aí, tome posse da sua benção em nome de Jesus!! Deus te abençoe.

      Excluir
  2. Deus falou grandiosamente comigo, Gloria a Deus!!

    ResponderExcluir
  3. Gloria a Deus, por essas palavras que abençoou o meu dia!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz do Senhor, amado, muito obrigada pela visita e pelo comentário. Deus te abençoe.

      Excluir
  4. Amem, linda mensagem de Deus nessa tarde, obrigada.
    Andreia Santana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz, Andreia, feliz que Deus tenha falado contigo. Deus te abençoe.

      Excluir
  5. Estas palavras que eu queria ouvir quero fazer a vontade dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz, Celeste. Tenho certeza que o seu desejo agrada o coração de Deus e ele está satisfeito em ter uma filha como você.

      Excluir
  6. Muito bom, sou seu seguidor, postei no Facebook. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz, Carlos. Feliz em saber que é seguidor, sua presença é muito importante. É para você e os demais leitores que nos entregamos a este trabalho abençoado, como instrumento nas mãos de Deus, transmitindo sua palavra.

      Excluir

Postar um comentário