Pular para o conteúdo principal

Curiosidade: Sociedades monogâmicas têm menos violência

Um estudo realizado no Canadá e publicado na revista Philosophical transactios of the royal society concluiu que as sociedades monogâmicas são menos violentas que as sociedades poligâmicas.
A pesquisa, que foi realizada por um psicólogo, um biólogo e um antropólogo, alega que a poligamia abre grande margem para o aumento de estupros, sequestros e homicídios.
Segundo os estudiosos, a monogamia induz a um controle social, pois em um modelo de sociedade em que um homem possa ter várias mulheres, ou o inverso, apenas os mais abastados fnanceiramente teriam condições para manter vários parceiros. Desta forma, com o número reduzido de mulheres ou homens livres, os solteiros mais desprovidos de bens materiais se veriam obrigados a buscar a realização amorosa ou a satisfação sexual de outras formas, principalmente através de estupros, abusos, homicídios e outros crimes dessa natureza.
Joseph Henrich, um dos realizadores da pesquisa, alega que, além disso, a escassez de parceiros aumentaria as disputas e lutas em busca de uma companheira ou companheiro.
As vantagens do casamento monogâmico são inúmeras, como é de conhecimento geral e, mais uma vez, a ciência nos traz a comprovação de uma orientação bíblica, feita por Deus aos homens há muitos anos atrás:

Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma só carne. Gn 2:24

 A própria bíblia nos traz exemplos de homens que descumpriram esse mandamento e trouxeram maldição sobre sua vida, como no caso de Salomão que teve várias mulheres, contra a vontade do Senhor e se desviou da presença do Pai. Segundo a bíblia, um casamento pode ser fonte de benção ou de maldição, portanto, devemos buscar sabedoria em Deus para escolher nosso cônjuge e também para conduzir o enlace matrimonial de forma santa e correta perante o Senhor e um dos principais requisitos é que o homem se case com uma mulher (e a mulher se case com um só homem) e ambos se unam de tal forma que se tornem uma só carne.

Comentários