y_iQTHpcL2aPfLTjWpDYVCgxr2k
English plantillas curriculums vitae French cartas de amistad German documental Spain cartas de presentación Italian xo Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Curiosidade: Como o camelo passa pelo fundo de uma agulha?

E outra vez vos digo que é mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no Reino de Deus. Mt. 19:24


Certamente Jesus não estava cogitando a hipótese contida na imagem ao lado...
Na verdade Jesus se referia a passagens muito estreitas que ficavam na entrada das cidades, que se chamavam agulha.
As agulhas eram uma passagem própria para os camelos, mas eles só podiam passar se estivessem despidos de qualquer carga. Então, era necessário descarregar o camelo e deixar a mercadoria do lado de fora para que ele pudesse adentrar a cidade.
Ruínas de agulha em entrada de cidade
As agulhas eram, portanto, uma forma de fiscalização, pois como a mercadoria ficava do lado de fora das cidades aquele que quisesse de fato comercializá-las dificilmente escaparia do controle e arrecadação de impostos.
Em analogia a esta situação, Jesus quis dizer que para entrar no Reino dos céus é preciso se despir das riquezas terrenas, porém é mais fácil despir um camelo de sua carga para passar pela agulha, do que despir um rico de seu amor aos bens materiais para entrar no Reino dos céus.

19 comentários:

  1. Graça e paz!
    Sempre achei muito estranha esta passagem...
    Nunca havia entendido o seu real significado por que creio que Deus salva independente da situação financeira.
    Muito obrigado pelo esclarecimento.
    Vou postar em meu Blog (http://edufla10.blogspot.com/) dando os devidos créditos.

    ResponderExcluir
  2. A paz do Senhor Edu.
    Realmente Deus Salva todos aqueles que creem que Jesus é o seu filho. A riqueza não impede ninguém de chegar até Ele (Davi era rico e foi tido como o homem segundo o coração de Deus).
    Mas o amor excessivo ao dinheiro pode sim nos afastar da presença de Deus, pois onde está nosso tesouro está nosso coração. Quem age dessa forma estriba toda a sua fé e confiança no dinheiro e não em Deus.
    Fique a vontade para publicar nossas matérias.
    Muito obrigada pela visita e pelo comentário, Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  3. 1 SOU PASTOR AYJALON SILVA,MUITO EXEGETICO E HERMENÊUTICO POST, PARABENS! SIGA-ME NO TWITTER @PrAyjalon

    ResponderExcluir
  4. A paz do Senhor Pastor Ayalon, saudades do Senhor.
    Muito obrigada pela visita e pelo comentário. Que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  5. Parabens pela esclarecimento...

    ResponderExcluir
  6. A paz do Senhor Jean, muito obrigada pela visita e pelo comentário. Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  7. É preciso que entenda a língua à época. Camelo era uma espécie de corda grossa..

    ResponderExcluir
  8. A paz do Senhor "anônimo", da próxima vez deixe seu nome para que eu possa te responder melhor :)
    Realmente, na idade média os primeiros exegetas acreditaram que nessa passagem teria ocorrido um erro de tradução. Segundo eles, a palavra grega"Kámilos", que significa corda grossa, teria sido trocada pela palavra grega "Kámelos", que significa camelo. No entanto, essa linha doutrinária de interpretação foi absolutamente superada quando manuscritos primitivos, bem como exemplares das primeiras traduções bíblicas foram encontrados. Nesses manuscritos, foram encontradas as palavras Menfítica, Latina e Peshita, que significam CAMELO.
    Portanto, a interpretação correta da passagem é a que consta acima, elaborada com base em documentos históricos, nos quais constam a existência das agulhas, bem como a utilidade delas.
    Muito obrigada pela visita e pelo comentário. Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  9. Querida Andreia,
    Não tenho problemas com a sua interpretação histórico contextual de Mt 19:24. Ela tem boa fundamentação e a resposta ao seu leitor anônimo só colaborou no embasamento. É claro que seguindo a linha de raciocínio, sua conclusão exegética é também correta e indispensável para a edificação do Corpo de Cristo - que hoje está se perdendo com "cargas inúteis de camelos".
    Mas me permita outra linha... A Palavra de Deus é rica o suficiente para extrapolar a relação contextual e me conduzir por outras leituras menos históricas porém poeticamente abundantes de lições para minha jornada cristã.
    Mantendo minha visão da agulha como o instrumento de costura e o camelo como animal de montaria, associá-los realmente seria um absurdo! Mas é isso mesmo que eu quero (e quiçá até o próprio Jesus). É um verdadeiro absurdo - e daqueles sem tamanho nem proporção - acreditar que riquezas nos levam até Deus ou sequer são marcas e sinais da graça! Como não faz sentido pensar no camelo no fundo da agulha, também não faz associar dinheiro e posses com o Reino de Deus!
    Assim, posso ler o texto como o Mestre me dizendo que devo confiar no Deus do impossível que é capaz de fazer o absurdo deste mundo - e somente ele - para que eu possa entrar pelas portas do seu Reino.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. A paz do Senhor Pastor Jabes, fique a vontade para trazer sempre novas linhas de interpretação. Até porque, o objetivo não é exaurir ou ter a plena razão em determinados temas, principalmente porque, como você disse, a bíblia é rica o suficiente para extrapolar a relação contextual :)
    A sua interpretação é extremamente razoável e racional, trazendo-nos uma nova perspectiva da visão de Jesus e nos confirmando que de fato a palavra de Deus é viva e eficaz, pois a conclusão, apesar de obtida através de um outro olhar crítico, é a de que Deus não tem o menor interesse em nossas riquezas e que não podemos "comprar" nossa salvação. Concordo plenamente quando você diz que é um absurdo acreditar que riqueza seria um sinal de graça.
    Muito obrigada pela sua visita e pelo seu comentário, extremamente pertinente e enriquecedor. A sua contribuição, sem dúvidas, engrandece o ministério desenvolvido através deste blog e agrega ainda mais valor ao artigo.
    Volte sempre e que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  11. A paz do Senhor DC, obrigada pela visita e pelo comentário. Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  12. Na verdade o camelo tinha primeiro passar pela entrada chamada agulha mais para isso o camelo tinha que se ajoelhar depois que ele era descarregado nessa parte é feita uma analogia das cargas com os pegados que depois que nos ajoelharmos e pedirmos perdão nossos fardos são retirados e quando Jesus disse isso é Poe que os ricos não se ajoelham para ninguém então por isso ele disse que era mais fácil que o camelo passasse pelo fundo da agulha pois o camelo se ajoelha ao contrario do rico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz, Keno. Muito interessante a sua interpretação, essa eu não conhecia. Glória a Deus e muito obrigada pela visita e pelo comentário.

      Excluir
  13. A PAZ DO SENHOR JESUS.
    ÓTIMA INFORMAÇÃO. PARABÉNS. DEUS O ABENÇOE.

    ResponderExcluir
  14. Paulo Roberto - pastor
    Paz do Senhor, quero agradecer por este lindo trabalho pois consegue tirar muitas dúvidas de muitas pessoas, Deus a abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz, Pr. Paulo Roberto. Eu é que agradeço por sua visita e comentário. Que Deus te abençoe ricamente.

      Excluir
  15. Apaz lendo este esclarecimento fiquei muito feliz ,gostaria que me esclarecesse uma parte da biblia que fala sobre a mulher usar véu
    grata: Elisabete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz, Elisabete. O uso do véu ou o cabelo longo era um costume na igreja de Corinto, com o objetivo de diferenciar as mulheres cristãs das sacerdotisas de templos pagãos.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...