Pular para o conteúdo principal

A eterna busca pela perfeição


Nos dias de hoje a insatisfação e a frustração são uma constante na vida da maioria das pessoas.
Não importa se possuem carros novos, uma boa casa, uma família maravilhosa, sempre parece estar faltando alguma coisa.

E para suprir essa necessidade, o ser humano inicia uma busca constante pela perfeição, através da qual ele acredita que será saciado.

Inicia-se a vontade de abraçar o mundo com as mãos.
Todos passam a ser vítimas e carrascos uns dos outros e de si mesmos.

Não é permitido errar.
As fragilidades devem ser escondidas.

Começa a vigorar a lei do mais forte. Só progridem aqueles que demonstram a habilidade de superar a si mesmo e aos demais, não importando a maneira como irão fazer isso.

E assim, dia após dia, o ser humano vai sendo enclausurado em um cárcere criado por ele mesmo.

Em consequência, aparecem as doenças do novo século: depressão, síndrome do pânico, ansiedade, TOC, estresse...

O que o ser humano não imagina é que ele pode ser liberto dessa prisão.

Mesmo que tudo pareça perdido, há alguém que ama o ser humano de tal maneira, que foi capaz de entregar seu único filho, para que houvesse libertação. (Clique aqui para ler o artigo Quando tudo parece estar perdido).

Esse alguém é Deus.

Deus conhece as limitações do ser humano e não condena suas fraquezas.

Para Deus não importa se você é o melhor, Ele te ama como você é.

Para Deus não importa se você as vezes comete erros, mesmo que te pareçam erros tolos que poderiam ser evitados, Ele te ama assim mesmo.

Para Deus não importa se você não é capaz de conseguir algo ou chegar a determinado lugar, Ele te ama.

Deus te ama.

É preciso que o ser humano entenda que ele nunca será perfeito. Só Deus o é.

Então essa busca incessante por uma perfeição que nunca alcançará, o levará apenas a uma eterna tormenta. A um cárcere psicológico, do qual ele só conseguirá sair se permitir que Deus o ajude.

É preciso que o ser humano entenda que esse vazio que ele possui no peito, essa frustração, essa insatisfação nada mais é do que ausência de Deus.

Fomos criados para sermos amigos de Deus, portanto, nossa alma anseia por esse vínculo com o Pai. Quando nos afastamos dele, por algum motivo, nosso corpo sente. E não adianta buscarmos a solução para o problema em outros lugares.

Nossa alma anseia por Deus!

Ele e apenas Ele é a solução de nossa insatisfação.
Precisamos dele.

Então, é preciso parar de tentar ser alguém que não somos.
É preciso parar de correr para lugar nenhum.
É preciso parar com a eterna cobrança.

É preciso parar.

Pare e olhe para Deus.

Ele irá suprir todas as suas necessidades.

E acredite, Deus anseia por esse encontro tanto quanto você.

Não espere mais, não deixe sua felicidade passar diante dos seus olhos nem por mais um minuto.

Só depende de você.

Que tal falar com Deus hoje? (Clique aqui para ler o artigo Você já falou com Deus hoje?)

Ele está te esperando.


Comentários