y_iQTHpcL2aPfLTjWpDYVCgxr2k
English plantillas curriculums vitae French cartas de amistad German documental Spain cartas de presentación Italian xo Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Alimentando o espírito: Colossenses 3:15-24



Triunfe em vossos corações a paz de Cristo, para a qual fostes chamados a fim de formar um único corpo. E sede agradecidos.
A palavra de Cristo permaneça entre vós em toda a sua riqueza, de sorte que com toda a sabedoria vos possais instruir e exortar mutuamente. Sob a inspiração da graça cantai a Deus de todo o coração salmos, hinos e cânticos espirituais.
Tudo quanto fizerdes, por palavra ou por obra, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.
Mulheres, sede submissas a vossos maridos, porque assim convém, no Senhor.
Maridos, amai as vossas mulheres e não as trateis com aspereza.
Filhos, obedecei em tudo a vossos pais, porque isto agrada ao Senhor.
Pais, deixai de irritar vossos filhos, para que não se tornem desanimados.
Servos, obedecei em tudo a vossos senhores terrenos, servindo não por motivo de que estais sendo vistos, como quem busca agradar a homens, mas com sinceridade de coração, por temor a Deus.
Tudo o que fizerdes, fazei-o de bom coração, como para o Senhor e não para os homens,
certos de que recebereis, como recompensa, a herança das mãos do Senhor. Servi a Cristo, Senhor.

Colossenses 3:15-24

É preciso estimular e incentivar os que estão abatidos


Portanto, como eleitos de Deus, santos e queridos, revesti-vos de entranhada misericórdia, de bondade, humildade, doçura, paciência. Suportai-vos uns aos outros. Colossenses 3:12-13


Europa em guerra. Conta-se que uma família do leste europeu foi forçada a sair de sua casa, quando tropas invadiram a localidade onde viviam.
Para fugir dos horrores da guerra, perceberam que sua única chance seria atravessar as montanhas que circundavam a cidade. Se conseguissem ter êxito na escalada, alcançariam o país vizinho e estariam a salvo.
A família compunha-se de umas dez pessoas, de diversas idades. Reuniram-se e planejaram os detalhes: a saída de casa, por onde tentariam a difícil travessia.
O problema era o avô.  Com muitos anos aos ombros, ele não estava muito bem. A viagem seria dura.
– Deixem-me, pois serei um empecilho para o êxito de vocês. Somente atrapalharei. Afinal, os soldados não irão se importar com um homem velho como eu.
Entretanto, os filhos insistiram para que ele fosse. Chegaram a afirmar que se ele não fosse, eles também ali permaneceriam.
Vencido pelas argumentações, o idoso cedeu. A família partiu em direção à cadeia de montanhas.
A caminhada era feita em silêncio. Todo esforço desnecessário deveria ser poupado.
Como entre eles havia uma menina de apenas um ano, combinaram que, a fim de que ninguém ficasse exausto, ela seria carregada por todos os componentes da família, em sistema de revezamento.
Depois de várias horas de subida difícil, o avô se sentou em uma rocha. Deixou pender a cabeça e quase em desespero, suplicou:



– Deixem-me para trás. Não vou conseguir. Continuem sozinhos.

– De forma alguma o deixaremos. Você tem de conseguir. Vai conseguir! - disse com entusiasmo o filho.

– Não, deixem-me aqui - insistiu o avô.

O filho não se deu por vencido. Aproximou-se do pai e energicamente lhe disse:

– Vamos, pai. Precisamos do senhor. É a sua vez de carregar o bebê.

O homem levantou o rosto. Viu as fisionomias cansadas de todos. Olhou para o bebê enrolado em um cobertor, no colo do seu neto de 13 anos. O garoto era tão magrinho e parecia estar realizando um esforço sobre-humano para segurar o pesado fardo.
O avô se levantou.

– Claro, é a minha vez. Passem-me o bebê.

Ajeitou a menina no colo. Olhou para o seu rostinho inocente e sentiu uma força renovada. Um enorme desejo de ver sua família a salvo, numa terra neutra, em que a guerra seria somente uma memória distante tomou conta dele.
Com determinação, disse:

– Vamos, já estou bem. Só precisava descansar um pouco. Vamos andando.

O grupo prosseguiu, com o avô carregando a netinha. Naquela noite, a família conseguiu cruzar a fronteira a salvo. Todos os que iniciaram o longo percurso pelas montanhas conseguiram terminá-lo. Inclusive o avô.
Se alguém ao seu lado está prestes a desistir das lutas que lhe compete, ofereça-lhe um incentivo. Recorde-o da importância que ele tem para a pequena ou grande comunidade em que se movimenta. Lembre-o de que, no círculo familiar, na roda de amigos ou no trabalho voluntário, ele é alguém que faz a diferença.
Ninguém é substituível. Cada criatura é única e tem seu próprio valor. Uma tarefa pode ser desempenhada por qualquer pessoa, mas uma pessoa jamais substituirá a outra. Não permita que ninguém fique à margem do caminho, somente porque não recebeu um incentivo, um estímulo, um motivo para prosseguir, até a vitória final.
Nos dias de hoje, em que todos nós temos nossos problemas e dificuldades, é muito fácil ficarmos esperando uma palavra de estímulo para que continuemos em frente. O problema é que, sem perceber, podemos estar nos tornando tão egoístas envolvidos com nós mesmos e nossos problemas, que deixamos de olhar para o lado, para as pessoas que podem estar sofrendo tanto ou bem mais que nós. 

Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá. Mateus 12:25

Nunca desista de seus sonhos



Era uma vez, no topo de uma montanha, três arvorezinhas que estavam juntas e sonhavam sobre o que chegariam a ser quando crescessem.

A primeira arvorezinha olhou para as estrelas e disse: “Eu quero guardar tesouros, quero estar repleta de ouro e pedras preciosas. Serei o baú de tesouros mais bonito do mundo”. A segunda arvorezinha olhou para um pequeno arroio realizando seu caminho rumo ao mar, e disse: “Eu quero viajar por águas temíveis e levar reis poderosos sobre mim. Serei o barco mais importante do mundo”. A terceira arvorezinha olhou para o vale que estava abaixo da montanha e viu homens e mulheres trabalhando em um povoado: “Eu não quero sair nunca de cima da montanha. Quero crescer tão alto que quando os habitantes do povoado pararem para me contemplar, eles levantarão seu olhar para o céu e pensarão em Deus. Serei a árvore mais alta do mundo”.
Os anos se passaram. Choveu, brilhou o sol, e as três arvorezinhas ficaram grandes. Um dia, três lenhadores subiram ao topo da montanha.
O primeiro lenhador olhou para a primeira árvore e disse: “Que árvore bonita!”, e com uma machadada a primeira árvore caiu. “Agora me transformarão em um baú bonito, que deverá conter tesouros maravilhosos”, disse a primeira árvore. O segundo lenhador olhou para a segunda árvore e disse: “Esta árvore é bem forte, é perfeita para mim.” E com uma machadada, a segunda árvore caiu. “Agora deverei navegar por águas temíveis”, pensou a segunda árvore. “Serei um barco importante, para reis temidos e poderosos”. A terceira árvore sentiu seu coração sofrer quando o último lenhador olhou para ela. A árvore se manteve firme e alta e apontando ferozmente para o céu. Mas o lenhador nem sequer olhou para cima, e disse: “Qualquer árvore é boa para mim”. E com uma machadada, a terceira árvore caiu.
A primeira árvore se emocionou quando o lenhador a levou para uma carpintaria, mas o carpinteiro a transformou em um cocho para animais. Aquela árvore bonita não foi recoberta com ouro, nem foi ocupada por tesouros, mas foi coberta com serragem e preenchida com comida para animais.
A segunda árvore sorriu quando o lenhador a levou para perto de um porto, mas nenhum barco imponente foi construído nesse dia. Em vez disso, aquela árvore forte foi cortada e transformada em um simples barco de pesca; como este barco era muito pequeno e fraco para navegar no oceano, e até mesmo em um rio; então foi levado a um lago.
A terceira árvore ficou atônita quando o lenhador a cortou para fazer vigas fortes e a abandonou em um armazém de madeira. “Que será que está acontecendo”, foi o que a árvore se perguntou, “Tudo o que eu queria era ficar no topo da montanha, apontando para Deus...”
Muitos dias e noites se passaram. As três árvores quase não se lembravam mais dos seus sonhos. Mas uma noite, uma luz de estrela dourada iluminou a primeira árvore quando uma jovem mulher colocou seu filho recém-nascido naquele lugar onde colocavam comida para os animais. “Eu queria ter feito um berço para o bebe”, disse o esposo a sua mulher. A mãe aperta a mão do seu esposo e sorri, enquanto a luz da estrela resplandecia sobre a madeira suave, mas robusta do berço improvisado. E a mulher disse: “Esta manjedoura é bonita” e, de repente, a primeira árvore soube que continha o maior tesouro do mundo.
Uma tarde, um viajante cansado e seus amigos subiram ao velho barco de pesca. O viajante dormia enquanto a segunda árvore viajava tranquilamente pelo lago. De repente, uma aterrorizante tormenta atingiu o lago, e a árvore se encheu de medo. Ela sabia que não teria forças para levar todos aqueles passageiros até a margem a salvo com todo aquele vento e chuva. O homem cansado se levanta e, com um gesto, diz: “Acalme-se!” A tormenta parou tão rápido quanto começou. De repente a segunda árvore soube que estava levando o Rei do céu e da terra.
Numa quinta-feira de manhã, a terceira árvore acha estranho quando suas vigas foram retiradas daquele armazém de madeira esquecido. Assustou-se ao ser levada por entre uma grande multidão de pessoas revoltadas. Encheu-se de temor quando uns soldados cravaram as mãos de um homem no seu tronco. Sentiu-se feia, rude e cruel. Mas, no domingo de manhã, quando o sol brilhou e a terra tremeu com júbilo sob o seu tronco, a terceira árvore soube que o amor de Deus havia mudado tudo. Isso fez com que ela se sentisse forte, pois cada vez que as pessoas pensassem na terceira árvore, pensariam em Deus. Isso era muito melhor do que ser a árvore mais alta do mundo.
Esta pequena estória reflete nosso desejo simples de sonhar e controlar situações para que cada sonho se tornem realidade. Mas quando depositamos nossas vidas nas mãos de Deus, num compromisso eterno, num pacto de vida, é que começamos a ser conduzidos a percorrer caminhos que podem ou não realizar nossos sonhos mais profundos, mas certamente – com toda a convicção posso afirmar isso – serão os melhores destinos para o tempo que ainda temos para viver agora e na eternidade!
Pessoas ainda estão tentando “fazer acontecer”. Por isso tudo depende de uma decisão e não de sonho. Basta entregar-se de todo coração para começar a viver essa experiência maravilhosa da nova vida sob a direção de Deus! Converse com Ele agora e diga qual foi sua decisão, seu compromisso!

Alimentando o espírito: Judas 1:21-25


Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne.
Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória,
Ao único Deus sábio, Salvador nosso, seja glória e majestade, domínio e poder, agora, e para todo o sempre. Amém.

Judas 1:21-25

Alimentando o espírito: 1 Coríntios 12: 3-27


Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema, e ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, senão pelo Espírito Santo.
Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.
E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo.
E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.
Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil.
Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência;
E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar;
E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas.
Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.
Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.
Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.
Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos.
Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo?
E se a orelha disser: Porque não sou olho não sou do corpo; não será por isso do corpo?
Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato?
Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis.
E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo?
Assim, pois, há muitos membros, mas um corpo.
E o olho não pode dizer à mão: Não tenho necessidade de ti; nem ainda a cabeça aos pés: Não tenho necessidade de vós.
Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários;
E os que reputamos serem menos honrosos no corpo, a esses honramos muito mais; e aos que em nós são menos decorosos damos muito mais honra.
Porque os que em nós são mais nobres não têm necessidade disso, mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela;
Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros.
De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.
Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular.

1 Coríntios 12:3-27

Livro: Temperamento controlado pelo espírito - Tim Lahaye


Você se conhece? Conhece o seu temperamento?
A grande maioria de nós pensará imediatamente em uma resposta a essas perguntas, mas na prática a realidade é bem diferente. O fato é que nos dias de hoje temos evitado o movimento de nos interiorizarmos. Evitamos lidar com nosso eu e com nossas emoções. Mais fácil do que aprender a lidar com as próprias emoções, fraquezas e qualidades é afastá-las.
Mas isso além de não solucionar, ainda piora todos os nossos problemas.
Sejamos práticos, como eu posso consertar um computador quebrado se eu não o conheço e nem domino a técnica? Como posso cozinhar um prato se não conheço a receita?
Não dá, não é mesmo?
Da mesma forma, não podemos controlar ou administrar nossos impulsos se não nos conhecemos. E não se engane, se conhecer não é saber qual a sua comida favorita, sua cor favorita, seus filmes favoritos, o que gosta e o que não gosta. Se conhecer e saber a fundo quem você é de verdade. Sua personalidade, sua essência, seu temperamento.
Nessa semana, Deus tem nos direcionado para o Eu. Então, além da palavra que nos foi dada "Seja quem você é e não quem os outros esperam que seja" nós trazemos como indicação de leitura esse maravilhoso livro do Tim Lahaye.
Trata-se de um estudo acerca dos tipos de temperamento, que irá te auxiliar a identificar o seu temperamento, apontando quais suas fraquezas e qualidades, ensinando como administrá-las e superá-las com o auxílio do Espírito Santo de Deus.
Esse livro, sem dúvida alguma, foi um divisor de águas em minha vida. Ao me conhecer melhor eu pude lidar melhor com minhas emoções, entender melhor algumas reações e também potencializar o que eu tenho de melhor. Esse livro me fez entender que Deus sabe exatamente qual é o meu jeito de ser (afinal foi Ele quem me fez assim!) e ao contrário do que alguns possam dizer, as minhas fraquezas não são um problema. É fato que tenho que administrá-las e melhorar, mas também é fato que Deus conta com todas elas para que eu cumpra o propósito que Ele tem para mim nesta terra.
O livro também me ajudou a lidar com aqueles que estão ao meu redor. Eu pude entender melhor o comportamento dos meus amigos e familiares e estreitar os laços e as afinidades, sem que as fraquezas deles se tornassem um problema nos relacionamentos.
Portanto, esse livro é uma leitura que não pode faltar na sua caminhada espiritual. Tire um tempinho, invista em você e leia! Vai valer a pena, acredite em mim.
Eu desejo, do fundo do coração, que você seja tão abençoado quanto eu fui com essa leitura.
Deus te abençoe.

........
No menu Livros aqui do blog você encontra a versão digital para leitura on line.
Este livro pode ser encontrado em todas as livrarias físicas e on line.

Alimentando o espírito: 2 Pedro 2:1-3



E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.
E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.
E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.

2 Pedro 2:1-3

Alimentando o espírito: celebrando o dia dos namorados


cântico dos cânticos, que é de Salomão.
Beije-me ele com os beijos da sua boca; porque melhor é o teu amor do que o vinho.
Suave é o aroma dos teus ungüentos; como o ungüento derramado é o teu nome; por isso as virgens te amam.
Leva-me tu; correremos após ti. O rei me introduziu nas suas câmaras; em ti nos regozijaremos e nos alegraremos; do teu amor nos lembraremos, mais do que do vinho; os retos te amam.
Eu sou morena, porém formosa, ó filhas de Jerusalém, como as tendas de Quedar, como as cortinas de Salomão.
Não olheis para o eu ser morena, porque o sol resplandeceu sobre mim; os filhos de minha mãe indignaram-se contra mim, puseram-me por guarda das vinhas; a minha vinha, porém, não guardei.
Dize-me, ó tu, a quem ama a minha alma: Onde apascentas o teu rebanho, onde o fazes descansar ao meio-dia; pois por que razão seria eu como a que anda errante junto aos rebanhos de teus companheiros?
Se tu não o sabes, ó mais formosa entre as mulheres, sai-te pelas pisadas do rebanho, e apascenta as tuas cabras junto às moradas dos pastores.
Às éguas dos carros de Faraó te comparo, ó meu amor.
Formosas são as tuas faces entre os teus enfeites, o teu pescoço com os colares.
Enfeites de ouro te faremos, com incrustações de prata.
Enquanto o rei está assentado à sua mesa, o meu nardo exala o seu perfume.
O meu amado é para mim como um ramalhete de mirra, posto entre os meus seios.
Como um ramalhete de hena nas vinhas de En-Gedi, é para mim o meu amado.
Eis que és formosa, ó meu amor, eis que és formosa; os teus olhos são como os das pombas.
Eis que és formoso, ó amado meu, e também amável; o nosso leito é verde.
As traves da nossa casa são de cedro, as nossas varandas de cipreste.

Cânticos 1:1-17

Seja quem você é e não o que os outros esperam que seja


As mulheres precisam ser magras, sorridentes, sempre lindas, com roupas da moda e cabelos alisados. Os homens devem ser viris, bem sucedidos financeiramente, atléticos e circundados de mulheres. Os adolescentes devem ser escravos do estudo. As crianças devem ser educadas e não incomodarem os pais. Os idosos devem ser ativos e saudáveis.
Esses são apenas alguns dos estereótipos sociais que podemos citar. Se nos esforçarmos encontraremos muitos outros. Infelizmente, a ditadura social que nos é imposta diariamente vem piorando com o tempo e criando uma sociedade doente. Depressão, anorexia, síndrome do pânico, bipolaridade e inúmeras outras doenças da mente se alastram assustadoramente em nosso meio.

E por quê?

Porque nós temos permitido. Sim, nós temos permitido sermos escravizados por conceitos e regras árduas e irreais. Nós temos permitido que outros controlem nossa vida e com isso, deixamos de ser quem somos. Deixamos de buscar nossos sonhos. Passamos a ser e sonhar o que a sociedade entende como correto.
Querido, pare com isso já. Deus não te criou para viver a sombra das expectativas alheias. Ele te criou para ser livre, feliz e ÚNICO.
Não importa se o seu peso não é o padrão da moda. Não importa se o seu carro não é o modelo do ano. Não importa se você não vive de acordo com os rígidos padrões impostos por aí.

ELE TE AMA E SEMPRE TE AMARÁ.

Sabe aquele seu jeitão de fazer piada que algumas pessoas criticam? Deus ama!
E aquela sua mania que deixa todos nervosos ao seu lado? Ela proporciona maravilhosas risadas em Deus.
Você gosta de comer coisas exóticas? Deus acha maravilhoso que você tenha um apetite diversificado.
Não quer um trabalho que pague mais, porém te impeça de aproveitar seu tempo livre? Deus quer mais é que você se divirta o quanto puder.
Não importa o que digam. Não importa o tamanho e nem a largura das amarras que tentam colocar em você. DEUS QUER RETIRAR TODAS ELAS.

Ame-se!!

Ame-se como Deus te ama. Do jeitinho que você é. Ame seu jeito de falar, andar, vestir. Ame seu jeito de escolher filmes, livros, diversões. Ame seu jeito de opinar ou não opinar. Ame seus sonhos e acredite neles.
Você é e sempre será quem você é e se permitir ser.
Esqueça os paradigmas que te são impostos todos os dias e encontre o seu verdadeiro EU.
E se te questionarem ou se falarem mal de você, não dê ouvidos.


Você não é o que os outros falam de você e sim o que você faz de você. 

Se um delegado prender alguém por equívoco ele deixa de ser delegado? Não! Se um juiz der uma sentença errada, ele deixa de ser juiz? Também não. Se uma cozinheira errar um tempero, ela deixa de ser cozinheira? Óbvio que não!
Seus erros e seus acertos não determinam quem você é, mas sim suas atitudes.
Não tenha medo de ser quem você é, com receio de errar. Os erros fazem parte da vida. Eles nos dão experiência. Entenda que a dor faz parte da vida e ela é necessária. Para aprender a andar de bicicleta a criança cai e se machuca, mas essas feridas são inevitáveis. Estão no caminho a ser percorrido até o objetivo final: andar de bicicleta. A persistência levará a criança até seu objetivo e as feridas, serão curadas. Mas ao se render ao medo, apesar de se proteger das feridas, a criança nunca poderá andar de bicicleta.
Algumas decisões exigem que corramos alguns riscos, mas o fim valerá a pena. E as feridas produzidas no caminho cicatrizarão.
Portanto, não se deixe limitar pelo que os outros pensam de você ou pelo que os outros determinam a você. Construa seu próprio caminho, pautado na palavra de Deus e não permita que coloquem amarras em você, pois Deus nos fez para sermos livres.

É para que sejamos homens livres que Cristo nos libertou. Ficai, portanto, firmes e não vos submetais outra vez ao jugo da escravidão. Gálatas 5:1-2

E lembre-se: o amor de Deus por você é incondicional!