y_iQTHpcL2aPfLTjWpDYVCgxr2k
English plantillas curriculums vitae French cartas de amistad German documental Spain cartas de presentación Italian xo Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

O poder do amor ao próximo



"Um rapaz, aluno de uma de nossas universidades, caminhava ao lado de um professor, conhecido como amigo dos alunos por sua bondade para com aqueles que estavam sob sua orientação.
Enquanto andavam, viram, ao longe, um par de sapatos velhos, provavelmente pertencentes a um homem pobre que trabalhava em um campo nas proximidades e que estava prestes a terminar suas tarefas do dia.
O aluno virou-se para o professor e sugeriu:
- Que tal pregarmos uma peça no homem? Vamos esconder os sapatos dele e ficar atrás daqueles arbustos, aguardando para ver o susto que ele vai levar quando não os encontrar.
- Meu jovem amigo - respondeu o professor -, nunca devemos nos divertir à custa dos pobres. Você é rico e pode dar uma alegria a esse homem. Coloque uma moeda em cada sapato. Depois, vamos nos esconder para ver qual será a reação dele ao encontrar as moedas.
O aluno acatou a sugestão do professor e, ambos se esconderam atrás dos arbustos.
O homem pobre terminou seu trabalho e atravessou o campo em direção ao local onde deixara seu paletó e seus sapatos. Enquanto vestia o paletó, enfiou o pé em um dos sapatos; ao sentir um objeto estranho, ele se abaixou para ver o que era e encontrou a moeda.
Atônito e com uma expressão de interrogação, olhou para a moeda, virou-a e analisou-a várias vezes.
Em seguida, olhou ao redor, mas não viu ninguém. Colocou a moeda no bolso e calçou o outro sapato; sua surpresa foi dobrada quando ele encontrou outra moeda.
A emoção tomou conta dele; o homem ajoelhou-se, olhou para o céu e proferiu, em voz alta, uma fervorosa oração de agradecimento, na qual ele mencionou o nome de sua esposa, enferma e desanimada, e de seus filhos, sem pão para comer. Aquele presente tão oportuno, vindo de um desconhecido, não os deixaria morrer de fome.
O aluno comoveu-se profundamente, e seus olhos encheram-se de lágrimas.
- Agora - disse o professor -, você não está muito mais satisfeito do que se tivesse pregado uma peça no pobre homem?
- O senhor ensinou-me uma lição da qual jamais vou me esquecer - o jovem respondeu. Agora entendo a verdade contida nestas palavras que nunca compreendi antes: “Mais bem-aventurado é dar que receber” (Atos 20:35)"



Muitas pessoas se deixam levar pelos ventos da depressão quando estão em meio a tempestades. 

Infelizmente, as amarguras chegam para todos nós, mas, ao invés de se deixar afogar nas águas da dor, pare um minuto e olhe ao seu redor.
Por pior que seja a tua provação, SEMPRE, repito, SEMPRE haverá alguém passando por uma prova ainda mais difícil que a sua.
Então por que investir tanto tempo com pena de si mesmo? A pena não irá te ajudar a sair do fundo do poço e nem a terminar de atravessar o deserto.
É certo que não é fácil e, ás vezes, nos sentimos tão cansados, que só de pensar em tomar qualquer providência já queremos desistir.


Mas qual a pressa?



Tenha paciência consigo mesmo, respeite o seu próprio tempo para digerir e lidar com os acontecimentos. Restaure suas forças e só então retorne para a batalha.

Entenda que somente com uma postura ativa e a confiança em Deus é que alcançaremos a vitória. Não adianta dar murro em ponta de faca. 
Há um tempo certo para todo propósito debaixo do céu, a sua vitória não irá chegar antes da hora só porque você está batendo os pés tal qual a uma criança birrenta.
Você não é o único a passar por provas e elas são o caminho que você necessita percorrer para amadurecer espiritualmente e colocar em prática todos os dons que Deus colocou em sua vida.
Portanto, que tal parar de se fechar dentro de si e se abrir para os que te rodeiam? Que tal investir sua energia em ajudar a outras pessoas em suas dificuldades?
Talvez seu conhecimento não seja suficiente para resolver o seu problema, mas seja até mais do que o necessário para resolver o problema de um outro alguém. Pasme, ás vezes a solução para a pessoa pode ser impossível, mas para você ser tão simples, a ponto de ser risível...
E provavelmente a solução do seu problema é muito simples para outra pessoa e assim por diante.
Consegue perceber quanto tempo perdemos com pena de nós mesmos, ao invés de estarmos investindo num imenso ciclo de amor?
Jesus nos pediu para amar ao próximo como a nós mesmos e também nos pediu para buscar o reino de Deus em primeiro lugar, que todas as demais coisas nos seriam acrescentadas. Será que é tão difícil perceber que Ele nos deu a grande solução para nossas lamúrias e estamos fazendo tudo ao contrário?
Explico.
Sabe os seus problemas? Desemprego, enfermidade, dor, divórcio, frustração... então, Jesus disse que Deus resolverá um por um. E por isso você não precisa se preocupar com nada além de estar com Deus.
Sabe as pessoas que te rodeiam? Então, Jesus disse para amá-las, como a você mesmo. Então ao invés de apontar o defeito de cada uma delas e reclamar por não darem a atenção devida as suas lutas, você deve dar mais atenção a luta delas.
É uma equação simples: amar a Deus e ao próximo.
Essa é a receita da vitória.
Acredite, ao fazer isso a sua vida irá mudar. Não é a toa que fazer o bem nos proporciona um bem estar tão profundo. O amor se multiplica e nos traz a cura.
É por isso que a bíblia nos diz que mais bem aventurado é dar do que receber. 
Então pare de se achar um pobre coitado, pare de pensar que Deus esqueceu de você, pare de achar que nada está dando certo, pare de olhar para sua própria dor e comece a reconstruir cada pedacinho de seu coração quebrado através da boa obra.

Louve ao Senhor: Raridade


Raridade
Anderson Freire

Não consigo ir além do teu olhar
Tudo o que eu consigo é imaginar
A riqueza que existe dentro de você

O ouro eu consigo só admirar
Mas te olhando eu posso a Deus adorar
Sua alma é um bem que nunca envelhecerá

O pecado não consegue esconder
A marca de Jesus que existe em você
O que você fez ou deixou de fazer
Não mudou o início, Deus escolheu você
Sua raridade não está naquilo que você possui
Ou que sabe fazer
Isso é mistério de Deus com Você

Você é um espelho que reflete a imagem do Senhor
Não chore se o mundo ainda não notou
Já é o bastante Deus reconhecer o seu valor
Você é precioso, mais raro que o ouro puro de ofir
Se você desistiu, Deus não vai desistir
Ele está aqui pra te levantar se o mundo te fizer cair



Não tema. Deus está no Controle de sua vida



Talvez hoje seja um bom dia para você parar, tirar um tempo para Deus e Lhe perguntar: 

_ Senhor, quais são os Teus planos para minha vida?

Salomão deixou este conselho para todos nós:

“O coração do homem planeja seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos” (Provérbios 16:9).

Deus tinha um plano para a nação de Israel e enquanto esse plano estava em andamento o Senhor jamais desamparou o seu povo. Eles foram sustentados durante 40 longos anos com o maná, a comida que vinha do alto e nunca ficaram desamparados. Foram provados e passaram por muitos momentos difíceis, mas o Senhor sempre esteve ao lado deles.
Assim como Deus conduziu Israel por um caminho totalmente diferente do natural quando os levou a Terra Prometida, Deus também pode fazer com que o seu caminho seja diferente daquele que você imaginava.

Esteja atento! 

Pode ser que as coisas estejam acontecendo como você planejou. Mas talvez muitas coisas neste ano já saíram totalmente fora do seu controle. Se isso acontecer, ou se já estiver acontecendo, fique tranquilo. Deus não perderá o controle sobre a sua vida.
Sei que Ele tem o melhor preparado para você. Mas preste bem atenção no que vou te dizer: Não confunda o melhor que Deus tem para você com aquilo que você acha que é o melhor para você. Hoje em dia ouço diversas canções e também centenas de mensagens que falam sobre “o melhor de Deus”, como significando carro novo, casa nova, aumento de salário, emprego melhor, fama e tantas outras coisas que estão apenas ligadas as coisas materiais.
Mas lembre-se do que Deus deixou que acontecesse com a nação de Israel durante os vários anos que o povo peregrinou no deserto. Diz o texto:

“Sim, ele te humilhou, te deixou ter fome e te sustentou com o maná, que nem tu nem teus pais conhecíeis, para que entendesses que o homem não vive só de pão, mas de tudo o que sai da boca do Senhor; disso vive o homem.” (Deuteronômio 8:3).

Deus certamente estará provendo tudo o que você precisar, mas com certeza também estará provando o seu coração para ver se este coração é totalmente fiel a Ele.
Talvez a jornada seja diferente do que você imagina. Lembre-se que as coisas irão acontecer no tempo e do jeito do Senhor. Confie na soberania de Deus para sua vida e lembre sempre das palavras de Jó:

“Bem sei que tudo podes, e nenhum dos Teus planos pode ser frustrado” (Jó 42:2). 

Sim, isso mesmo: os nossos planos podem ser frustrados, mas não os planos que Deus tem para cada um de nós.
Se Deus cuida dos pássaros, certamente Ele cuidará de você!


-----
Texto de Autoria de Pr. Sérgio Müller

Alimentando o Espírito: Hebreus 4:12-16



Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.
E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar.
Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão.
Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.
Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.

Deus entende


Grande é o nosso Soberano e tremendo é o seu poder, é impossível medir o seu entendimento. Sl 147:5

Eu não creio que falo com muita eloquência, e talvez você não ache que sua maneira de se comunicar seja muito sofisticada também. Já não me preocupo mais com a maneira como me expresso quando falo com Deus; simplesmente digo ao Senhor o que está no meu coração - e digo exatamente o que é - de maneira clara, simples e direta. 
Essa é a maneira como falo com meu marido; essa é a maneira como falo com meus filhos; essa é a maneira como falo com as pessoas com quem trabalho; então, essa é a maneira como falo com Deus e essa é a maneira como Ele fala comigo. 
Não tento impressioná-lo, apenas tento compartilhar o que está no meu coração com Ele - e posso fazer isso melhor quando estou simplesmente sendo eu mesma.

Deus nos fez do jeito que somos, então precisamos nos aproximar Dele sem fingimento e sem achar que temos de nos expressar de certa maneira para que Ele nos ouça. 
Desde que sejamos sinceros, Ele ouvi-rá. Ainda que o que esteja no nosso coração não possa ser traduzido, mesmo assim Ele ouve e entende o que é. 
Um coração voltado para Ele é precioso aos Seus olhos e Ele ouve até as palavras que não podem ser pronunciadas. 
Ás vezes estamos sofrendo demais para orar e tudo que podemos fazer é suspirar e gemer - e Deus entende até isso. 
Você pode ser consolado hoje sabendo que Deus entende e ouve tudo que você diz a Ele. (Clique aqui para ler o artigo Deus sempre ouve a sua oração)

A PALAVRA DE DEUS PARA VOCÊ HOJE: Deus ama a autenticidade; quando você orar, seja você mesmo. (Clique aqui para ler o artigo Liberte-se dos estereótipos sociais)
--------
Texto de Autoria de Joyce Meyer
Extraído do Livro Ouvindo Deus a cada manhã 365 devocionais diários

Liberte-se dos estereótipos sociais

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. Jo 6:32

Já percebeu que todos nós temos uma imagem bem quadradinha, bem certinha de quais os tipos de comportamento são adequados para cada tipo de pessoa?
Quando pensamos em um professor, imaginamos que ele deve ser inteligente, sério, com relativo senso de humor, mas sem ser dado a comportamentos excessivos, como baladas, bebidas etc.
Quando pensamos em um padre, logo imaginamos que ele não pode beber, falar determinados tipos de frases ou gostar desse ou daquele programa de TV.
Se pensarmos em um juiz de direito, ele deverá ser inteligente, sério e excessivamente formal, e de poucas palavras.
É difícil concebermos um pastor, por exemplo, que seja irreverente, divertido...
No entanto, todos estes estereótipos castradores tem um único objetivo: aprisionar, controlar.
Já reparou nas igrejas como é comum encontrarmos pessoas dizendo que devemos agir assim ou assado, que falar isso ou aquilo é pecado, que podemos comer isso ou aquilo, senão é pecado?
Pois é, esse tipo de comportamento nada mais é do que uma necessidade de controle que certas pessoas tem. Há pessoas que não possuem autocontrole e, em razão disso, precisam se esconder em ambientes castradores, cheios de regras impositivas para evitar que se percam totalmente em uma vida desregrada.
Então quanto mais e mais regras melhor e, para que tais regras possuam um real poder de controle, é necessário impô-las também a outras pessoas.
Esse dilema não é novidade.
Já na igreja de Coríntios Paulo passou por muitas lutas, tentando evitar que irmãos se digladiassem entre si e perdessem o principal foco, que era o evangelho de Jesus.
As brigas e imposições estavam em todos os temas: roupas e corte de cabelo feminino, comer este ou aquele tipo de comida, horário de oração, quem lideraria a igreja etc.
Pois é, há muito tempo o ser humano não sabe lidar com a própria liberdade.
Isso porque a liberdade traz responsabilidades. A escolha traz consequências. (Clique aqui para ler o artigo Nós somos responsáveis por nossas escolhas)
Mas o que as pessoas precisam entender é que Jesus veio para que tivéssemos vida em abundância. Ele quer que sejamos livres e não rodeados por regras e estereótipos.
Quer que sejamos autênticos. (Clique aqui para ler o artigo Deus entende)
Deus não espera que estejamos sempre certos, Ele conhece nossas limitações.
Ele também não espera que sejamos perfeitos e jamais cobraria isso de nós. Ele conhece nossas limitações.
Não é a sua roupa, seu modo de falar ou o que você come que irá determinar quem você é, mas sim o seu coração.
Todos nós tomamos atitudes impensadas.
Todos nós fazemos escolhas erradas.
Isso faz parte da vida.
Deus não deseja que permaneçamos no erro, pelo contrário. Ele quer que cresçamos e amadureçamos.
Mas isso tem que acontecer de forma genuína e não porque estamos limitados por uma série infindável de regras.
Isso é covardia!
Deus quer que sejamos ousados, que nos arrisquemos. É possível que com isso erros aconteçam, mas a cada queda Ele nos ajudará a levantar e seguir adiante.
Em outras palavras, pessoas que ficam enclausuradas em uma prisão de regras são covardes e não há qualquer mudança espiritual nelas. Elas apenas evitam o erro ou pecado porque são obrigadas, e não porque tenham passado por uma real mudança. (Clique aqui para ler o artigo Onde estão os teus talentos)
Portanto, meu caro, se quiser experimentar o melhor de Deus saia dessa bolha que te aprisiona. Jesus veio e cumpriu toda a lei, que até então nenhum homem poderia cumprir e por conta do sacrifício dele na cruz hoje todos nós somos livres para nos aproximarmos do trono da graça de Deus.
Então não tenha medo de ser quem você é.
Assuma suas vontades, seus anseios e expectativas. Só assim estará aberto para uma real mudança e crescimento espiritual.
Já ouviu que o primeiro passo para solucionar um problema é reconhecer que ele existe?
Pois bem, é exatamente isso.
Já imaginou como o mundo seria se todos começassem a assumir a sua verdadeira natureza, se submetendo apenas a vontade de Deus e não mais a regras tolas e estereótipos sociais?
Seria maravilhosa a mudança que Deus operaria em nós.
Então por que não?
Por que não mudarmos? Afinal se queremos mudar o mundo, é importante que comecemos mudando nosso próprio mundo.
Que tal mudar seus paradigmas agora? Que tal parar de rotular as pessoas? Que tal parar de impor limites a si próprio e aqueles que nos rodeiam?
Liberte-se.
Erre. Conserte. Acerte. Erre de novo... é um ciclo.
Lembre-se: você não é perfeito. Ninguém é. Você não tem obrigação de acertar o tempo todo.
E que tal parar com esse jogo de gato e rato com aqueles que nos rodeiam? Apontamos o erro dos outros, porque não queremos ver os nossos próprios erros. Afinal, é bem mais fácil cuidar do problema alheio, pois não possuímos qualquer responsabilidade ou envolvimento emocional. (Clique aqui para ler o artigo Seja Livre).
Já quando o calo é no nosso pé...
Está na hora de amadurecermos. Assumirmos quem realmente somos, com qualidades e defeitos, para só então ter um relacionamento puro e verdadeiro com Deus.

Seja grato ao Senhor


Creio que todos nós falhamos em algo que é muito importante na nossa caminhada cristã: a gratidão!
Foi Charles Haddon Spurgeon, conhecido como o “príncipe dos pregadores” que disse certa vez: “Todos os dias recebemos um continente de misericórdias, e só devolvemos uma pequena ilha de louvores”.
Não louvamos ao Senhor de modo digno, proporcional, intenso quanto Suas bênçãos são derramadas sobre nossas vidas.
Creio que hoje em dia oramos muito pouco, e louvamos menos ainda. Não estou falando daqueles louvores que expressamos um dia por semana na igreja. Estou falando daqueles períodos de louvor que deveríamos ter constantemente em nossos períodos devocionais.
Multidões de pessoas oram diariamente por suas enfermidades ou necessidades, mas são poucos os que quando saram ou são atendidos tiram um tempo para agradecer. Seus lábios e seu coração parecem que se fecharam para a gratidão e o louvor.
Há uma passagem nas Escrituras que ilustram muito bem isso:

 “De caminho para Jerusalém, passava Jesus pelo meio de Samaria e da Galiléia. Ao entrar numa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez leprosos, que ficaram de longe e lhe gritaram, dizendo: Jesus, Mestre, compadece-te de nós! Ao vê-los, disse-lhes Jesus: Ide e mostrai-vos aos sacerdotes. Aconteceu que, indo eles, foram purificados. Um dos dez, vendo que fora curado, voltou, dando glória a Deus em alta voz, e prostrou-se com o rosto em terra aos pés de Jesus, agradecendo-lhe; e este era samaritano. Então, Jesus lhe perguntou: Não eram dez os que foram curados? Onde estão os nove? Não houve, porventura, quem voltasse para dar glória a Deus, senão este estrangeiro? E disse-lhe: Levanta-te e vai; a tua fé te salvou.” (Lucas 17:11-19).

Você reparou na pergunta que Jesus fez no versículo dezoito? Leia novamente: 

“Não houve, porventura, quem voltasse para dar glória a Deus, senão este estrangeiro?” 

Dos dez leprosos, apenas UM voltou para agradecer pelo milagre recebido.
Perceba que essa história ilustra muito bem algo que acontece muito hoje em dia também: mais pessoas obedecem a um ritual do que as que louvam a Cristo.
Quando Jesus disse aos leprosos: “Vão mostrar-se aos sacerdotes”, lá foram eles, todos os dez; nenhum ficou esperando. Mas somente um deles voltou para contemplar o Salvador pessoal, e louvar o Seu nome.
Hoje muitos de nós podemos frequentar uma igreja, uma capela, ler um livro cristão, cumprir um “ato religioso” exterior. Mas quão pouco louvor a Deus é dedicado, quão pouco tempo diante de Seus pés passamos adorando-O; quão poucos louvores espontâneos de gratidão saem de nossos corações e de nossos lábios por tudo que Cristo realiza em nossas vidas!
Aquele único estrangeiro que voltou fazia parte de um grupo de dez pessoas quando era leproso, mas decidiu sozinho voltar para louvar a Deus quando percebeu o tamanho do milagre que tinha recebido.
Esse homem abandonou a companhia dos outros nove, e voltou para adorar Jesus Cristo! O melhor louvor é aquele que é marcado pela individualidade!
Você também pode deixar hoje de pertencer à lista daqueles que não se voltam para louvar a Deus. Você não precisa esperar que ninguém comece a louvar a Deus. Faça-o você mesmo!
Não espere pelo seu pai ou pela sua mãe, nem pelo seu esposo ou pela sua esposa para começar a louvar a Deus. Não fique a mercê de um ministro de louvor ou de um pastor que te convide a louvar a Deus. Louve-O agora, aí onde você está!
Não! Você não precisa ligar o rádio ou colocar alguma música de adoração agora. Isso tudo é válido, mas agora, apenas volte-se para Deus e renda-lhe o seu melhor louvor! Creio que se você pensar bem terá motivos mais que suficientes para fazer isso. Cante, adore, dance, se prostre, faça do jeito que se sentir melhor, mas adore ao Senhor na beleza da Sua Majestade!
 Que o seu coração possa arder com um amor adorador!
------------
Texto de Autoria de Pr. Sérgio Müller

Alimentando o espírito: Salmo 88




SENHOR Deus da minha salvação, diante de ti tenho clamado de dia e de noite.
Chegue a minha oração perante a tua face, inclina os teus ouvidos ao meu clamor;
Porque a minha alma está cheia de angústia, e a minha vida se aproxima da sepultura.
Estou contado com aqueles que descem ao abismo; estou como homem sem forças,
Livre entre os mortos, como os feridos de morte que jazem na sepultura, dos quais te não lembras mais, e estão cortados da tua mão.
Puseste-me no abismo mais profundo, em trevas e nas profundezas.
Sobre mim pesa o teu furor; tu me afligiste com todas as tuas ondas. (Selá.)
Alongaste de mim os meus conhecidos, puseste-me em extrema abominação para com eles. Estou fechado, e não posso sair.
A minha vista desmaia por causa da aflição. Senhor, tenho clamado a ti todo o dia, tenho estendido para ti as minhas mãos.
Mostrarás, tu, maravilhas aos mortos, ou os mortos se levantarão e te louvarão? (Selá.)
Será anunciada a tua benignidade na sepultura, ou a tua fidelidade na perdição?
Saber-se-ão as tuas maravilhas nas trevas, e a tua justiça na terra do esquecimento?
Eu, porém, Senhor, tenho clamado a ti, e de madrugada te esperará a minha oração.
Senhor, porque rejeitas a minha alma? Por que escondes de mim a tua face?
Estou aflito, e prestes tenho estado a morrer desde a minha mocidade; enquanto sofro os teus terrores, estou perturbado.
A tua ardente indignação sobre mim vai passando; os teus terrores me têm retalhado.
Eles me rodeiam todo o dia como água; eles juntos me sitiam.
Desviaste para longe de mim amigos e companheiros, e os meus conhecidos estão em trevas.
Salmos 88:1-18